Cometa do século passará em Novembro pela Terra e terá brilho maior do que da Lua

Astrônomos de todo o mundo estão polindo as lentes dos seus telescópio e tentando controlar a ansiedade para testemunhar a passagem de um cometa que promete dar um verdadeiro show nos céus no final deste mês e durante novembro. O esperado C/2012 S1, conhecido como ISON, está se aproximando e, de acordo com algumas previsões, deverá ter um brilho maior do que o da Lua. Será a primeira vez que ele passará por nós e ninguém sabe se haverá uma próxima, já que o comportamento desde cometa não é conhecido. Além disso, o ISON também poderá ser destruído durante sua passagem pelo Sol, no dia 28 de novembro, como especulam alguns astrônomos.
O melhor momento para observá-lo será em torno do dia 5 de novembro, quando poderá ser visto a olho nu. O ISON estará viajando em direção ao Sol, o que deverá aumentar o seu brilho. No dia 28 de novembro, ele fará sua maior aproximação do astro, passando a 1,1 milhão de quilômetros acima da superfície solar. Sua visibilidade até esta data, será antes do nascer do Sol. Depois, ele irá se afastar e deve desaparecer na linha de horizonte no dia 20 de dezembro. A sua maior aproximação da Terra deverá ocorrer no dia 26 de dezembro, quando estará a 60 milhões de  quilômetros do nosso planeta. No mês de outubro, o cometa passará pela constelação de Leão no céu noturno, próximo à estrela Regulus e ao planeta Marte. Em novembro, o cometa passará pela constelação de Virgem, próximo à estrela Espiga (ou Spica) e ao planeta Saturno. A observação será melhor no hemisfério Norte do que em relação ao Sul.
O cometa foi descoberto em 21 de setembro de 2012 por Vitali Nevski de Vitebsk, da Bielorrússia, e Artyom Novichonok de Kondopoga, Rússia, no observatório russo ISON. Sua trajetória parece ser hiperbólica, o que sugere que é um cometa recém-vindo da nuvem de Oort.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe do que é feito e como é feito o chiclete?

A Verdade Sobre Chris McCandless, “Na Natureza Selvagem”

Os seis pratos mais sádicos de todo o Mundo