Pular para o conteúdo principal

Surpreenda-se: descubra 13 mentiras nas quais você sempre acreditou

É aquela história: você precisa sempre ter um pé atrás antes de sair por aí acreditando em tudo o que escuta…

Todo mundo cresce ouvindo mil histórias: Napoleão Bonaparte era baixinho; mosquitos vivem apenas um dia; a muralha da China é tão grande que pode ser vista do espaço; o fruto proibido mordido por Eva era uma maçã; seres humanos têm cinco sentidos; as pessoas usam apenas 10% do cérebro.
Essas verdades não são assim tão verdadeiras, e é sempre bom saber disso. A seguir, confira uma lista de verdades de mentirinha, que fazem parte da sua vida desde que você era uma criança inocente que acreditava em fadas e duendes:

1 – A muralha da China não é tão visível assim

8436246731111233-t640
É difícil encontrá-la quando se está no espaço. Além disso, há outras construções perfeitamente visíveis lá de cima.

2 – Sangue azul não existe

84362467311112328-t640
O sangue desoxigenado tem uma coloração vermelha forte, enquanto que o sangue oxigenado é um vermelho um pouco mais claro, como uma cereja. Não existe sangue azul, e as veias só ficam dessa cor por interferência da gordura e da pele que as recobre.

3 – Camaleões não mudam de cor para se camuflar

camaleao
Na verdade, esses animais curiosos mudam de coloração para se comunicar. Uma cor pode significar mudanças de humor, agressão, demarcação de território e comportamento de acasalamento.

4 – O tal fruto proibido

fruto
É normal que você pense que o tal fruto mordido por Eva foi uma maçã, afinal há muitas pinturas, referências, sermões e outras histórias nas quais a maçã é a ponte entre o paraíso e o pecado. A questão é: a bíblia não diz que Eva mordeu uma maçã. O mais provável é que ela tenha comido uma romã ou um figo.

5 – Temos mais do que cinco sentidos

sentidos
E não para no sexto sentido, não! Podemos ter entre 9 e mais de 20 sentidos aguçados. Se sentimos cheiro, gosto, textura, tato e enxergamos, precisamos levar em consideração também a nossa capacidade de perceber equilíbrio, aceleração, dor, temperatura, entre outros. Você já tinha parado para pensar nisso?

6 – Napoleão não era baixinho

napoleao
Ok, ok, o apelido do cara era “le Petit Caporal” e, você sabe, “petit” significa “pequeno” em francês, mas Napoleão tinha 1,74 m de altura, uma estatura acima da média à sua época. O “pequeno” do apelido nada mais era do que uma forma carinhosa pela qual o líder era chamado.

7 – Quanto de seu cérebro você usa?

cerebro
Até Raul Seixas já falou a respeito da crença de que exercitamos pouco nosso cérebro na música “Ouro de Tolo”: “se sentir um grandessíssimo idiota, saber que é humano, ridículo, limitado, que só usa 10% de sua cabeça, animal”.
A verdade é que a maior parte de nossos neurônios estão, sim, latentes, “dormindo”, mas isso só acontece para que o cérebro funcione bem. Então, se não usamos toda nossa capacidade cerebral é porque o próprio cérebro funciona melhor assim.

8 – Vikings não tinham chifres em seus capacetes

vikings
imagem dos vikings com chapéus equipados com chifres foi criada pelo compositor alemão Richard Wagner em 1876, para a série musical intitulada “Der Ring des Nibelungen”.

9 – De onde vem o 4:20?

420
Usuários de maconha geralmente se referem à droga como 4:20 ou, ainda, 420. Mas de onde vem o “apelido”? A nomenclatura começou a ser usada em Los Angeles, onde o código policial 420 significa “perturbação juvenil”.

10 – Morcegos não são cegos

morcegos
Apesar de 70% dos morcegos serem adeptos da ecolocalização, todos eles têm olhos e são capazes de enxergar, principalmente à noite.

11 – Expectativa de vida na Idade Média

idademedia
Você aprendeu que àquela época as pessoas viviam muito pouco, mas a verdade é que elas chegavam até os 60 anos sem grandes problemas. A expetativa baixa se dá devido à grande taxa de mortalidade infantil que, quando somada aos índices de mortalidade entre adultos, acabava diminuindo a média.

12 – Mosquitos vivem mais de 1 dia

mosquito
Você está acostumado com a ideia de que mosquitos vivem apenas 24 horas, mas a verdade é que uma mesma mosca pode azucrinar a sua vida por até 30 dias.

13 – Dedos enrugados

dedos
Você é um ser afortunado e pode passar o dia inteiro dentro da piscina nesse calorão absurdo. Seus dedos ficam enrugados e isso não tem nada a ver com a sua pele absorvendo água (imagina que absurdo seria isso!), mas com uma resposta do seu sistema nervoso autônomo.
Cientistas acreditam que essa é uma herança de nossos ancestrais primatas, que tinham seus dedos e pés enrugados em ambientes úmidos para terem melhor aderência e evitar escorregões.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe do que é feito e como é feito o chiclete?

É claro que você já mascou chiclete principalmente quando era criança! Mas você sabe de onde é feito chiclete? Como é feito?







    Eu, já ouvi pessoas dizendo que o chiclete vem do couro do boi...mas é claro que não é feito assim, pelo menos não hoje em dia!







      O chiclete não é uma coisa tão nova assim, antigamente, a um tempo que até hoje não se estima, os povos gregos tinham o costume de mascar resina de arvores, os mesmos usavam para estimular a salivação e assim limpar os dentes! Antes da colonização, no continente americano, a colonização europeia tinha o costume também, porém mascavam o látex do sapotizeiro, e era usada pelos Maias e Astecas e outras civilizações, e os mesmos davam o nome de Chicle.









       O chiclete que nós conhecemos hoje, surgiu no ano de 1872, quando Thomas Adams, fabricou o primeiro lote de chicletes em formato de bolas, porém estes não eram feitos de sapotizeiro, e sim aromatizado com resinas naturais do extrato de alcaçuz.

Os seis pratos mais sádicos de todo o Mundo

A maioria de nós ama um bom e suculento bife ou um belo frango assado né? E não é nenhum segredo que a vida de um animal indo para o matadouro não é de sorrisos e canções felizes. Isso é fato.

Mas vai que você se depara com uma comida que requer que o animal não esteja morto, mas que seja torturado de uma maneira terrível e diabólica bem no seu prato. Abaixo estão os exemplos que provam que, para alguns, a crueldade pode ser deliciosa.

ATENÇÃO: Algumas imagens perturbadoras, particularmente em # 1.

# 6.Ikizukuri

Origem:Japão
O que há de tão ruim nisso?Imagine que você está no Japão. Você quer aproveitar a viajem e experimentar a cozinha japonesa autêntica. Aviso: Esta pá de madeira com a imagem da Hello Kitty, não tem nada a ver com esta matéria. Ignore-a.



Você vai a um restaurante de sushi, e na hora do pedido, a primeira coisa que soar apetitoso é o que você vai pedir. Logo você vê uma confusão de sílabas japonesas que parece ser deliciosa: "Ikizukuri". Você pede. E só então, um…

A Verdade Sobre Chris McCandless, “Na Natureza Selvagem”

A Verdade Sobre Chris McCandless, Do Filme “Na Natureza Selvagem”
Quem nunca sonhou em jogar tudo pro alto e ir atrás do que se acredita? Quem já se pegou preso na rotina compulsiva do dia-a-dia, e já se questionou se as modernidades não atrapalham mais do que ajudam? Chris McCandless, famoso personagem do filme “Na Natureza Selvagem” (Into the Wild) fez o que muitos sonham e outros criticam. Ele largou tudo que tinha: seu diploma, seu carro, sua família e até sua conta bancária. Foi com uma mala em busca do grande sonho de se chegar ao Alaska. Conheça a pessoa por trás do filme de Sean Penn. Chris sobreviveu do que caçava e colhia no Alaska por mais de 100 dias Chris era um típico americano de classe-média alta, recém-formado e com problemas de relacionamento com os pais. Deixou tudo e saiu numa Odisseia solitária em busca do gélido Alaska, distante da civilização. O sucesso acadêmico de Chris apenas aguçou o vazio que ele percebia no materialismo da sociedade. Tendo realizado seu grand…