Pular para o conteúdo principal

Líderes do grupo hacker Anonymous foram presos na Itália



Grupo hacker Anonymous
A polícia italiana realizou ontem, dia 17/05/2013 uma vasta operação contra os hackers do grupo Anonymous, com detenções e apreensões de material. Quatro hackers foram detidos e 10 residências foram revistadas. A investigação foi iniciada depois de ataques contra o governo e o Vaticano, informou o CNAIPIC (Centro Nacional de Combate aos Crimes Virtuais e para a Proteção das Infraestruturas Críticas).

Segundo os investigadores, as pessoas detidas são os líderes italianos do movimento internacional Anonymous, apesar da estrutura "anárquica" do grupo.

São suspeitos de ataques contra infraestruturas estratégicas de instituições (governo, parlamento e Vaticano, na ocasião em que deixou o site da Igreja Católica indisponível, o grupo reivindicou o ataque, afirmando que é um protesto as doutrinas adotadas pela instituição religiosa.

O Anonymous também acusa a Igreja Católica de ter “negado teorias universais aceitas como válidas ou plausíveis” e de ser “responsável pela escravidão de populações inteiras, usando como pretexto a missão de evangelização”.

De acordo com a agência ANSA, o grupo criticou também os casos de pedofilia envolvendo padres e classificou como retrógrada a posição do Vaticano contra o aborto e contra o uso do preservativo.) e empresas importantes, segundo a procuradoria de Roma.

O grupo criticou ainda a tolerância do governo italiano com a igreja afirmando: “Vocês têm imóveis e atividades comerciais no valor de bilhões de euros, sobre os quais têm fortes isenções fiscais”.

E afirmou: “Esperamos vivamente que o Tratado de Latrão (acordo diplomático entre a Itália e a Santa Sé) termine num futuro próximo e que seja relegado ao que é, uma relíquia dos tempos que se foram”.

Em seu comunicado, o grupo hacker enfatizou que o ataque “não é contra a religião ou contra os fiéis em todo o mundo, mas contra a corrupta Igreja Romana Apostólica”.

Grupo hacker Anonymous


Leia Mais http://www.oblogdoseupc.com.br/2013/05/Lideres-do-grupo-hacker-Anonymous-foram-presos-na-Italia.html#ixzz2U1USK2WB

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe do que é feito e como é feito o chiclete?

É claro que você já mascou chiclete principalmente quando era criança! Mas você sabe de onde é feito chiclete? Como é feito?







    Eu, já ouvi pessoas dizendo que o chiclete vem do couro do boi...mas é claro que não é feito assim, pelo menos não hoje em dia!







      O chiclete não é uma coisa tão nova assim, antigamente, a um tempo que até hoje não se estima, os povos gregos tinham o costume de mascar resina de arvores, os mesmos usavam para estimular a salivação e assim limpar os dentes! Antes da colonização, no continente americano, a colonização europeia tinha o costume também, porém mascavam o látex do sapotizeiro, e era usada pelos Maias e Astecas e outras civilizações, e os mesmos davam o nome de Chicle.









       O chiclete que nós conhecemos hoje, surgiu no ano de 1872, quando Thomas Adams, fabricou o primeiro lote de chicletes em formato de bolas, porém estes não eram feitos de sapotizeiro, e sim aromatizado com resinas naturais do extrato de alcaçuz.

Os seis pratos mais sádicos de todo o Mundo

A maioria de nós ama um bom e suculento bife ou um belo frango assado né? E não é nenhum segredo que a vida de um animal indo para o matadouro não é de sorrisos e canções felizes. Isso é fato.

Mas vai que você se depara com uma comida que requer que o animal não esteja morto, mas que seja torturado de uma maneira terrível e diabólica bem no seu prato. Abaixo estão os exemplos que provam que, para alguns, a crueldade pode ser deliciosa.

ATENÇÃO: Algumas imagens perturbadoras, particularmente em # 1.

# 6.Ikizukuri

Origem:Japão
O que há de tão ruim nisso?Imagine que você está no Japão. Você quer aproveitar a viajem e experimentar a cozinha japonesa autêntica. Aviso: Esta pá de madeira com a imagem da Hello Kitty, não tem nada a ver com esta matéria. Ignore-a.



Você vai a um restaurante de sushi, e na hora do pedido, a primeira coisa que soar apetitoso é o que você vai pedir. Logo você vê uma confusão de sílabas japonesas que parece ser deliciosa: "Ikizukuri". Você pede. E só então, um…

Menino que morava na casa assombrada em Amityville quebra o silêncio de 37anos

Primeiro foi a praga das moscas, depois havia os pontos frios em salas e corredores, os cheiros estranhos de perfume ou de excrementos e os sons de solavancos durante a noite e outros distúrbios muito mais aterrorizantes: objetos que voaram pela sala, paredes escorrendo lodo verde, o crucifixo que virou de cabeça para baixo na parede, o quarto vermelho escondido no porão e – quem pode esquecer – os olhos brilhantes demoníacos de um porco durante a noite.
Danny Lutz, um menino de dez anos de idade na época, vive agora no Queens, em Nova York, onde ele trabalha como pedreiro e é separado de sua esposa e dois filhos, insiste que ele foi ameaçado por espíritos na casa e que as assombrações arruinaram sua vida e da sua família. Casa do horror: A casa da família que inspirou vários filmes aterrorizantes O seu lado da história teria provavelmente permanecido secreto, mas um amigo contatou um jovem cineasta, Eric Walter, que tinha criado um site dedicado à saga de Amityville, e persuadiu o recl…